fbpx

O King Air, da multinacional Beechcraft oferece conforto, segurança e versatilidade em terra e ar.

O King Air é uma marca icônica da multinacional Beechcraft Corporation, comprada em 2013 pela holding norte-americana Textron Company, maior empresa de aeronaves executivas do mundo, detentora também da Cessna Aircraft. Até a década de 1980, a tradicional fabricante dos aviões King Air era conhecida como Beech Aircraft, empresa fundada em 1932 por Walter H. e sua esposa Olive Ann Beech.

Foi em 1964 lançado o “Rei do Ar” – versátil, forte, com turboélice equipado com dois motores Pratt e Whitney PT6A-6 e pressurizado. O modelo impressiona pela aparência robusta e design imponente.

Após quase um ano de testes, o King Air 87 foi entregue às forças armadas dos Estados Unidos, que encomendou diversos modelos entre os anos de 1967 e 1971.

Em 1966, com algumas modificações deu-se início a comercialização do 65-A90 com alterações nos motores, passando a ser a PT6A-20. Com sucesso nas vendas, em menos de dois anos, a empresa mudou novamente, desta vez para o modelo King Air B90. Já o King C90-1, entrou em produção em 1982, com melhorias na parte de pressurização e motores. O B-200 nasceu no começo da década de 1970, como King Air 100. No decênio seguinte recebeu a denominação definitiva King Air B-200.

Para atender as demandas de transporte – confortabilidade, rapidez e flexibilidade operacional para pousos e decolagens em pistas curtas – oriundas dos mercados norte-americano e europeu de alto poder aquisitivo, formado por empresários e executivos, a fabricante Beechcraft disponibilizou a motorização Pratt & Whitney PT6-A com potência aumentada para 850 shp cada.

Em 1990, o turboélice de negócios mais popular do mundo, ganhava ainda mais potência com o modelo Super King Air 350: fuselagem mais alongada para transportar entre 8 e 10 passageiros, com as mesmas características e praticidade dos modelos anteriores, sem perda de qualidade de voo. Em 1996, a empresa retira o termo “Super” dos aviões.

 

King Air, além da arquitetura aviônica

– Fabricado desde 1974, maior produção contínua de turboélices;

– Mais de sete mil aeronaves vendidas;

– 60 milhões de horas voadas no mundo todo;

– O mais popular no serviço aeromédico. Em 2011, o Super King Air 200T foi utilizado
pela guarda costeira do Japão para salvar vidas no terremoto e tsunami, em Tohoku;

– Usado pelo presidente norte-americano Lyndon B. Johnson (em 1966 modelo King

Air B90).

http://beechcraft.txtav.com/

 

 

 



Comente